À flor da pele

A pele costuma dar sinais toda vez que alguma coisa não vai bem em nosso organismo. Seja por meio de uma coceira, um prurido, uma alergia ou mesmo uma infecção. Por isso, é bom estar sempre atento ao surgimento de pequenas lesões, fungos e bactérias, principalmente no caso de pacientes diabéticos que, de forma geral são mais propensas a sofrer doenças cutâneas. Além de terem a pele mais fina e menos elástica, as pessoas diabéticas perdem sensibilidade nos membros, podendo não perceber o surgimento e a evolução de machucados que, se não cuidados, podem se transformar em problemas mais sérios,…