insulina

Insulina, 100 anos de avanços na luta contra o diabetes.

Algumas descobertas da ciência mudaram para sempre a vida de milhões de pessoas. Um delas foi descoberta da insulina em 1921 por Frederick Banting e Charles Best, no laboratório do professor de fisiologia John J. R. MacLeod, que rendeu à equipe de estudiosos o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia. Depois da insulina, a qualidade de vida dos pacientes diabéticos melhorou sensivelmente e houve muitos avanços na monitorização e no tratamento da doença.¹,² Diabetes: uma história que começa muito antes da insulina.   O papiro Ebers, descoberto pelo alemão Gerg Ebers em 1872 no Egito, é o primeiro documento conhecido a fazer referência a uma doença que se caracterizava pela emissão…

saúde pública

Diabetes, problema de saúde pública

O vírus Covid-19 veio para ficar e está afetando a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Todos sofremos com o problema, seja diretamente pela contração da doença, seja por conta das restrições que limitam nossos movimentos e nos obrigam a permanecer em casa como forma de nos protegermos e proteger os demais.     Diabéticos, os que mais sofrem.  No entanto, entre os que mais sofrem com a pandemia estão os diabéticos. Ela veio dificultar ainda mais a prevenção, o diagnóstico precoce e o acompanhamento dos pacientes, sendo que muitos tiveram inclusive os seus processos de tratamento interrompidos.   Por tudo isso, recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS), numa resolução saída da 3.ª…

calçado

Calçados, meias e palmilhas: três grandes aliados na prevenção do pé diabético

Pés: a base de tudo.  Os diabéticos precisam ter um cuidado especial na hora de escolher o que calçar. O uso de sapatos inadequados aumenta o atrito e o risco de surgimento de calos, feridas e outras deformações que são fatores de complicação para o pé diabético. O uso de meias sem costuras e palmilhas sob medida complementam os cuidados com a saúde dos pés. As palmilhas proporcionam conforto, redistribuem o peso e reduzem em até 40% os picos de pressão plantar causadores de lesões.     Dicas para a escolha o calçado correto.   Veja a seguir uma pequena lista de pontos que os diabéticos devem dar atenção na…

Obesidade e diabetes

A obesidade é um dos principais problemas de saúde pública e fator de risco para o desenvolvimento de outras doenças crônicas, como a hipertensão, gota, osteoartrite, apneia do sono e alguns tipos de câncer. Para pessoas que sofrem de diabetes tipo 2 a obesidade representa um risco a mais. Por isso, a manutenção de um peso adequado é uma das condições para quem deseja ter boa saúde.1   Pequenas reduções, grandes resultados. Pesquisadores da Universidade de Cambridge demonstraram que pequenas reduções de peso em ≥ 10% início da diabetes, podem reduzir os riscos e duplicar a probabilidade de remissão da…

spa dos pés

Spa dos pés: versão moderna de uma prática antiga

Quando ouvimos falar de Spa lembramos logo de massagens corporais, tratamentos faciais e cuidados estéticos. Mas você sabia que muitos resorts, institutos de beleza e clínicas oferecem um programa de cuidados especiais para os pés? São os chamados Spa dos pés.1,2 O que mostra que, aos poucos, os pés vão abrindo caminho e conquistando o seu espaço.  O que é um Spa dos pés  O que conhecemos hoje como “Spa dos pés” é a versão moderna de uma prática antiga e reconhecida, adotada desde o tempo de nossos avós para o autocuidado com a saúde dos pés.3 O procedimento atual é um ritual que…

Desconfio que tenho diabetes, e agora?

Mais da metade dos pacientes com diabetes ainda não foi ainda diagnosticada. Uma das razões é o fato de que, em alguns casos a diabetes não dá sinal algum. Fique alerta para os sintomas.1 Depois dos 45 anos, ou antes, se houver antecedentes de diabetes na família, é bom medir a glicemia regularmente e ficar atento para os seguintes sintomas: Urina demais (Poliúria) • Muita sede e constante (Polidpsia – desidratação por conta do excesso de urina) • Aumento do apetite • Alterações visuais (visão turva, embaçada) • Tontura, dores de cabeça • Impotência sexual • Infecções fúngicas (fungos) na…

Prevenção do pé diabético: por onde começar?

Consegue encaixar um minutinho por dia na sua rotina? Isso mesmo, um minutinho. Pode parecer pouco, mas significa muito quando o objetivo é a sua saúde e bem-estar. Prevenção faz parte da rotina.¹ A rotina de cuidados quando a gente pensa na prevenção do pé diabético, começa por dedicar um minutinho à auto-observação diária dos pés. Um minutinho para olhar para eles com atenção e certificar-se que não têm rachaduras, calos, bolhas, pequenas feridas e cortes, inchaços ou frieiras. Um minutinho para observar a sensibilidade da pele, evitar a umidade enxugando bem entre os dedos e usar um bom creme…

diabetes e coronavirus

Diabetes em tempos de Coronavírus.

A pandemia do Coronavirus deixou claro: ficar em casa 24h por dia, não é fácil. No entanto, para os mais de 400 milhões de pacientes de diabetes no mundo,1 dos quais 16 milhões só no Brasil,2 ficar em casa tem sido o melhor modo para prevenir-se.                                        Estar no grupo de risco elevou ainda mais a atenção para não se expor. Com tantas inovações e comodidades para encarar uma vida mais preservada, há também um teste de detecção do pé diabético para…

Pé diabético

Pé diabético. O que é e como detectar.

Cuidar da diabetes é uma rotina diária de 16 milhões de pessoas no Brasil.1 E o problema do pé diabético apesar de ser sério e merecer atenção, muitas vezes acaba sendo esquecido por boa parte dos pacientes que lidam com a doença.                      O pé diabético também é conhecido como disfunção sudomotora e neuropatia causada pela diabetes. É definido pela Organização Mundial de Saúde, como o pé de um paciente com diabetes que esteja com infeção, ulceração (úlcera) ou destruição do pé provocada por alterações dos nervos ou dos vasos (artérias).2…