Por que a triagem precoce de problemas nos pés diabéticos é importante?

Um pequeno problema nos pés, que pode até parecer bem simples, pode virar uma complicação se você tem diabetes. A neuropatia, que é o danos nos nervos, e a má circulação são os responsáveis.

A neuropatia periférica e a má circulação podem causar formigamento, dor, perda de sensibilidade e fraqueza, dificultando a percepção de calor, frio e até dor. Esse problema pode ser identificado precocemente antes desses sintomas e o tratamento iniciado bem cedo.

É comum também que o suor diminua e a pele fique mais seca. O teste neuropad é um sistema de alerta precoce que pode evitar muitas complicações.

Prevenção é sempre o melhor remédio. Por isso cuide dos seus pés através de exames regulares, limpeza adequada e viste o seu médico regularmente. É mais fácil do que lidar com as complicações.

Para o que neuropad® é usado?

Danos nos nervos dos pés são complicações comuns do diabetes, mas muitas vezes não são notados até que se tornem bastante avançados, levando a complicações graves.

O neuropad® ajuda a resolver este problema com um simples teste de mudança de cor e fornece um sinal de alerta antecipado de possíveis danos nervosos mais sérios que podem levar à ulceração e a problemas ainda mais sérios se não forem tratados.

O que é neuropad e para o que ele é usado

Rosa
(resultado normal)

Os pés estão macios e hidratados de maneira adequada.

Azul/Rosa (positivo para anidrose)

Detectada disfunção
sudomotora. Evidência de pequena denervação e de neuropatia autonômica. Em caso de teste doméstico, reporte os resultados ao seu médico.

Azul (positivo para anidrose)
Detectada disfunção sudomotora. Evidência de pequena denervação e de neuropatia autonômica. Em caso de teste doméstico, reporte os resultados ao seu médico.

Repita o teste em 6 meses, preferencialmente.

Se outros testes clinicamente comprovados forem negativos, repetir preferencialmente o teste em 6 meses.

Se outros testes clínicos confirmarem o resultado positivo do teste neuropad®, procure aconselhamento de especialista

Inspecione os pés regularmente e mantenhaos hidratados.

Veja como ele funciona

Danos nos nervos dos pés devido ao diabetes podem resultar em glândulas sudoríparas que não produzem umidade suficiente, levando a pés secos e rachados. O termo médico para isso é DISFUNÇÃO SUDOMOTOR.

Um adesivo de neuropad é preso à sola de cada pé como um esparadrapo e mantido no lugar por 10 minutos. Inicialmente a almofada é azul e deve se tornar rosa na presença de umidade da transpiração, indicando um resultado normal. Se o adesivo de neuropad permanecer azul, ou se transformar em uma combinação irregular de azul / rosa, isso indica que você pode ter algum dano nos nervos do pé e suas glândulas sudoríparas não estão funcionando corretamente, já que não há umidade suficiente para completar a mudança de cor

NOTA IMPORTANTE PARA AQUELES QUE SÃO DALTÔNICOS
O daltonismo pode dificultar a distinção entre azul e rosa. Se esse for o caso, peça a alguém para ajudá-lo a verificar seus resultados..

Resultado Normal
(Rosa)

NÃO UTILIZADO
ALMOFADA
(AZUL)

10 Minutos

Anormal (Azul/Rosa)

Anormal
(Azul)

Por favor, clique aqui para baixar instruções de uso

Existem estudo clínicos de comprovação?

Sim. Foram publicados mais de 40 trabalhos de pesquisa em revistas médicas e científicas internacionais, demonstrando que o teste neuropad ®  é um indicador válido de danos precoces nos pés e pode prever ulcerações futuras nos pés de pessoas com diabetes. É como um sistema de alerta antecipado e quanto mais cedo você souber que algo pode estar errado, mais chances você terá de fazer algo a respeito.

Em ensaios clínicos, a sensibilidade e especificidade do neuropad ®  foi comparável à de testes hospitalares bem estabelecidos.

Precauções, avisos e informações sobre produtos

O teste neuropad® é estritamente para uso externo. Não deve ser aplicado em nenhuma outra parte do corpo, exceto na sola do pé. Se a pele do pé estiver muito rachada ou se houver fissuras ou feridas abertas ou se houver sinais de inflamação local (pele vermelha), não aplique o adesivo e contate um profissional de saúde o mais rapidamente possível.

filme de poliolefina transparente (modificado para uso médico)

Composição do produto

Substrato: filme de poliolefina transparente (medicamente modificado).

Adesivo: cola hipoalergênica de poliacrilato de qualidade médica. Painel indicador: 100% viscose, reforçado com ligante, impregnado com solução de CoCl2. Classificação jurídica: Dispositivo médico CE Classe I, Anexo I + VII, Diretiva 93/42 CEE.

REFERÊNCIAS

1. Boulton, JM. The Pathway to Foot Ulceration in Diabetes. In: The Diabetic Foot. Medical Clinics of North America. Volume 97, Issue 5, September 2013, Pages 775–790.