Pé diabético: é possível ter os sintomas sem ter o problema

Vasculite (redução ou bloqueio do suprimento de sangue para os nervos), AVC (acidente vascular cerebral), esclerose múltipla, síndrome de túnel do carpo, hérnias discais, osteoartrite ou lesões na região da medula espinhal, são algumas doenças que podem provocar dormência, formigamento, agulhadas, inchaços e a diminuição gradativa da sensibilidade em determinadas regiões do corpo.1 Embora grande parte desses sintomas sejam indícios de que há alguma neuropatia (alterações nos nervos) ou angiopatia (má circulação sanguínea), problemas de saúde cuja ocorrência é maior em pacientes diabéticos e com idade mais avançada, isso não significa que a pessoa tem pé diabético.   Neuropatia diabética:…

Joanete, esporão, frieira, pé de atleta, gota, unha encravada…

As doenças mais comuns nos pés têm nomes populares, dos quais quase todo mundo já ouviu falar, principalmente pelos pais e avós. Mas você sabe o que esses nomes significam, quais doenças denominam, como cada problema se manifesta e qual a relação que podem ter com o pé diabético e até com a amputação de membros?   Joanete O joanete é uma saliência no osso lateral do pé, próxima ao dedão. Geralmente provoca vermelhidão, dor e em alguns casos deformidade no primeiro dedo e até desvio do eixo do tornozelo, gerando instabilidade. O joanete pode aparecer também no quinto dedo,…